Infraestrutura

Redes de Esgoto

As redes de esgoto e drenagem também estão entre as principais obras desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e PROURBIS. As redes atenderão tanto aos moradores das áreas habitacionais quanto às famílias que permanecerão nas moradias tradicionais do bairro. Com o sistema, foram criadas estruturas independentes para escoamento das águas destinadas ao esgoto e à drenagem. “Estamos construindo estruturas de tubulações para captação e escoamento de cada rede a partir das casas dos moradores. As águas pluviais serão escoadas diretamente para o igarapé através da rede de tubulação de drenagem. As águas do esgoto serão escoadas diretamente para uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) para ser tratada. Só depois vão ser lançadas no igarapé”, disse o coordenador geral do PROURBIS, Claudemir Andrade.

Projeto audacioso da Estação de Tratamento de Esgoto

Localizada numa área de três mil metros quadrados, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) promete ser um dos projetos mais audaciosos construídos pelo PROURBIS. Na área localizada na rua Violeta, no bairro Jorge Teixeira 1ª Etapa, já estão prontos os valões que vão armazenar a água do esgoto, conduzido desde a casa dos moradores até a ETE por meio das tubulações específicas da rede de esgoto. Orçada em torno de R$ 7 milhões, a ETE vai impactar na vida dos moradores. “A ETE vai diminuir o despejo de águas poluentes no leito dos igarapés que cortam o bairro Jorge Teixeira e, assim, beneficiar a população sem que haja prejuízos ambientais. Isso impacta de forma positiva na saúde da população, porque menos poluição é menos risco de doenças”, explica o coordenador geral do PROURBIS, Claudemir Andrade.